Skip to content

estamos a mil

fevereiro 22, 2017
Dessa janela anoitecida acompanho teu caminhar leve:
distanciamento escorregadio, continuo e imutável.
Você sabe das páginas arrancadas em dias inquietos, vento na esquina vazia
(sem pele macia ou sandália amarrada)
Por dentro dessa roupa manchada, te fazer lembrar dos banho de chuva. quentes. dentro da noite.
No futuro se rebentariam em ondas e ondas de baldes de agua fria.
antes de esquecer tudo.
esse plano trocado ficou assim, enfeite bonito atras dos teus olhos
ou perdido dentro das prateleiras do pensamento
(do silêncio do caos)
talvez eu possa dizer que você pensou demais, racionalizou demais, que apesar do meu desconcerto,
tudo parece estar bem, mesmo com essa porta fechada com dor.
Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: